Algo sobre o Academicismo no Brasil

Segundo o cronograma, essa semana o tema da aula foi o período acadêmico, então nada melhor do que dar uma revisada despretensiosa no assunto, pra não só já ir pensando em tirar uma boa nota na prova, mas também para pensar essa arte brasileira feita no século XIX e início do século XX.

A chegada da família real portuguesa ao Brasil determinou inúmeras transformações. Na tentativa de adaptar-se à nova realidade, os monarcastentaram europeizar os trópicos daqui, buscando uma “certa” atualização prática e cultural, já que o Brasil aos poucos ganhava status de sede da Metrópole. Para ajudar nesse upgrade, um campo necessário ao desenvolvimento científico, urbano, arquitetônico e visual seria preciso uma missão, vinda especialmente da França, para servir à corte.

Então, é bom que a gente saiba que a arte que passou a ser produzida  enquadrava-se em um modelo neoclássico francês, já que o pessoal da Missão Artística Francesa foi o contratado real para “catequizar” nossos artistas “tupiniquins”. Saiba que foi fundada uma Academia Imperial de Belas Artes para assegurar que a formação artística estaria sob jugo da monarquia.  E saber ainda que muitos dos artistas “produzidos” pela academia, também foram responsáveis pelo rompimento posterior, creditado ao furacão modernista e às correntes de vanguarda.

Seguinte, vocês sabem que vale a pena dar uma pesquisada nos artistas vistos em sala (basta clicar: Victor Meirelles, Pedro Américo, Rodolfo Amoedo, Almeida Júnior..), ver as obras que eles estudaram tanto para produzir “adequadamente”, ai vale mais a pena ainda se vocês  aproveitarem a empolgação para desconstruir ideias com o texto super bacana do Rafael Cardoso para a revista História (obrigação ler!), e para mergulhar ainda mais no contexto do período, ler sobre a participação do segundo reinado  enquanto “fiador” do projeto imperial nesse texto do Afrânio Biscardi e Frederico Rocha para a revista 19&20.

 Links:

“Tintas encantadoras das ruas” Rafael Cardoso: http://www.revistadehistoria.com.br/v2/home/?go=detalhe&id=1908

“O mecenato artístico de D. Pedro II e o projeto imperial” Afrânio Biscardi e Frederico Almeida Roch: http://www.dezenovevinte.net/ensino_artistico/mecenato_dpedro.htm

Algumas telas do período

Anúncios

Sobre artebrasileirautfpr

Um endereço para aproximar, experimentar e [re]conhecer a arte brasileira.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s