Regina Silveira

Regina Silveira é uma artista multimídia, gravadora, pintora e pioneira em vídeo artes no Brasil.

Considerada uma das principais artistas contemporâneas brasileiras, Silveira nasceu em Porto Alegre, onde graduou-se em pintura. Logo após estudou na Faculdade de Filosofia e Letras de Madri.

Retornou ao Brasil na década de 70 quando coordenou setor de gravura da Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) e  lecionou na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP).

Seus trabalhos são exibidos desde os anos 60, em exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior. Já recebeu vários prêmios, incluindo o mais recente, o Prêmio de Artes para a Pintura/Vida e Obra, da Fundação Bunge (2009).

O tema de suas obras transitam entre o lúdico e a mensagem crítica, dialogando principalmente com formas geométricas, espaços, pontos de vistas, perspectivas e as distorções de perspectivas, luz, arquitetura e fotografia.

Ela utiliza diversos materiais em seu trabalho como gravuras, tapetes, objetos, vídeos, instalações e projeções onde se expressam suas reflexões sobre a natureza ilusionista de imagens e espaços, sejam representados ou experimentados.

Algumas séries produzidas pela artista foram : Destruturas Urbanas, Executivas , Brasil Today,
Amorfas (1980) , Jogos de arte (1977)
E vídeos como Sobre a Mão (1980), A Arte de Desenhar (1980) e Morfas (1981)

Até o dia 20 de maio, a série Derrapagens de Regina Silveira pode ser vista no Solar do Barão.
Nesta série a artista usou fotografias de modelos de pneus para gerar imagens digitais de grande formato, posteriormente executadas como recorte de vinil adesivo e coladas sobre as paredes da sala de exposição.

A obra resultante simula vestígios de pneus de automóveis e motocicletas, como se tivessem passado pelas paredes num espaço isento de gravidade. As trilhas de pneus se sobrepõem e se atravessam, insinuando movimento aleatório e imprimindo efeito de temporalidades diversas, de automóveis que passam pelo mesmo caminho em momentos e rotas distintos.

No Solar do Barão
Data e horário: até o dia 20 de maio de 2012.
Horário de visitação: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h
Local: Solar do Barão – Rua Carlos Cavalcanti, 533 – Centro)
Entrada franca

Algumas de suas obras:


Referências:

www.itaucultural.org.br
http://www.gf.org/fellows/13539-regina-s-silveira
http://www.curitiba.pr.gov.br

Anúncios

Sobre artebrasileirautfpr

Um endereço para aproximar, experimentar e [re]conhecer a arte brasileira.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s